Portal do Associativismo do Concelho de Peniche


 

ESTATUTOS

Publicação dos Estatutos - Diário da República Nº/Ano -  DR nº 297 de 24.12.1996
Suplemento Nº/Série -  22.468-(7) III Série
Data -  24/12/1996
Publicação dos Estatutos de Utilidade Pública - Diário da República Nº/Ano -
Suplemento Nº/Série -  
Data - 
Regíme Jurídico - Sem Forma Jurídica

 

HISTÓRIA DA ASSOCIAÇÃO

Muito antes de o Grupo se constituir como Associação já os seus elementos fundadores e mais tarde outros que se foram juntando, se reuniam para ensaiarem e cantarem umas "coisas" e participarem em várias festas de escolas, colectividades, autarquias, etc. Tudo começou em 1983 quando, no encerramento do ano lectivo alguns professores naturais de várias regiões do país, mas que leccionavam no concelho de Peniche, se reuniram num almoço-convívio. E para que o convívio não se limitasse apenas ao alimento do corpo, alguns elementos com mais jeito para a música quiseram também alimentar o espírito tocando e cantando umas "coisas". E assim o almoço prolongou-se pela tarde fora. O que é certo é que no inicio do ano lectivo seguinte fomos chamados para várias escolas e colectividades para animarmos as festas. E nunca mais parámos.
A constituição do Grupo já sofreu algumas alterações, quer devido à situação familiar e profissional de alguns elementos, quer devido ao falecimento de outros, quer devido à necessidade de introdução de elementos que tocassem outros instrumentos, como acordeão, violino, viola baixo... No entanto ainda há cinco elementos fundadores do Grupo.
Já actuámos em várias salas emblemáticas do país, como Aula Magna em Lisboa, Teatro José Lúcio em Leiria, Restaurante da Estufa Fria, restaurante panorâmico do hotel Londres e Convento do Beato em Lisboa, e muitas outras cidades, vilas e aldeias de norte a sul do país, com passagens em programas de televisão (RTP1, RTP2, TVI) e rádio (Renascença e Antena 1). Temos também no nosso "currículo" duas actuações em França.
Quanto aos instrumentos que utilizamos são todos eles de índole popular/tradicional, tais como: bombo, ferrinhos, reco-reco, cana-rachada ,chocalhos, guisos, castanholas, pandeireta, flauta, cavaquinhos, violas, bandolim, violino, acordeão, concertina, viola baixo e muito brevemente guitarra portuguesa.
Gravámos um CD com algumas canções de raízes tradicionais ( letra e música) duas inéditas com letras e músicas de elementos do Grupo, e um tema de recolha do folclore de Peniche, feito por um elemento do Grupo junto da autora da letra, que também procedeu aos arranjos. Numa homenagem à cidade de Peniche demos, a este trabalho discográfico, o titulo de "Gosto do mar", que é simultaneamente o nome da canção que o Grupo recolheu e o 1º tema que se pode ouvir no CD.
Temos em preparação um novo CD, ainda sem data marcada para a sua apresentação.

 

- Voltar à página Associações de A a Z -